TOC – Tudo sobre Transtorno Obsessivo Compulsivo

O que você conhece sobre transtorno obsessivo compulsivo? Sabia que é uma desordem, que pode comprometer a sua vida em todos os aspectos? Você certamente já ouviu falar sobre TOC, mas talvez desconheça importantes informações sobre essa doença.

Não se trata apenas de mania de limpeza e organização, como muitos podem pensar. Envolve obsessões e compulsões de vários tipos e de grave intensidade. Para saber mais, continue acompanhando e saiba o que é o transtorno obsessivo-compulsivo, quais são os sintomas dessa doença e como ela deve ser tratada.

O que é transtorno obsessivo-compulsivo?

O TOC é uma desordem mental crônica, caracterizada pela presença de pensamentos obsessivos e/ou atos compulsivos. Trata-se de um quadro grave, que pode prejudicar o desempenho do indivíduo em todas as atividades de sua rotina, e até levá-lo à total incapacitação.

As obsessões consistem em imagens e pensamentos intrusivos, persistentes e indesejáveis, ou seja, são eventos que causam intenso incômodo e invadem a mente do indivíduo sem que ele consiga controlar. As compulsões são definidas por ações repetitivas, executadas com o intuito de amenizar a ansiedade e o sofrimento causado pelas obsessões.

Faça sua primeira sessão com um dos nossos profissionais!

Buscar Psicologo Ideal

As causas da doença ainda não estão totalmente esclarecidas, mas acredita-se que sejam de ordem multifatorial. Histórico familiar, alterações neuroquímicas e outros fatores biológicos e psicológicos estão associados ao desenvolvimento desse problema.

Quais os principais sintomas da doença?

Os sintomas diferem de acordo com cada caso de TOC, mas todos os quadros apresentam algum tipo de obsessão e/ou compulsão. As obsessões mais comuns são as seguintes:

  • medo exagerado de contaminação;
  • preocupação excessiva com limpeza, organização ou simetria;
  • dúvidas e necessidade de revisar ações já efetuadas;
  • pensamentos proibidos relacionados a sexo ou religião;
  • pensamentos com teor de agressividade, direcionados a si próprio ou às pessoas próximas.

Em geral, as compulsões, também compreendidas como rituais, são respostas às obsessões e incluem comportamentos observáveis ou atos mentais repetitivos, dentre eles:

  • lavar as mãos com frequência anormal;
  • limpar e organizar repetidamente o mesmo local;
  • verificar inúmeras vezes portas, janelas, luzes, gás etc.;
  • rezar, contar ou repetir palavras em silêncio.

Ao analisar os sintomas citados (pensamentos e comportamentos), você pode afirmar que qualquer pessoa manifesta alguns deles no dia a dia. No entanto, a pessoa com transtorno obsessivo-compulsivo experimenta esses sintomas com frequência e intensidade elevadas e de forma incontrolável. Outros indicativos da desordem são o tempo gasto com as obsessões e compulsões e o comprometimento das atividades diárias.

Conheça nossos profissionais, agende conosco!

Como tratar?

Muitas pessoas convivem com o transtorno obsessivo-compulsivo e não buscam ajuda, possivelmente por não compreenderem este quadro. Diante do primeiro sinal da doença, ou de qualquer outro problema emocional, o ideal é buscar orientação psicológica para atenuar o sofrimento e saber como lidar com a situação. Já os casos mais graves de TOC necessitam de intervenção medicamentosa para redução dos sintomas.

Portanto, se você experimenta, com frequência, alguns dos sintomas do transtorno obsessivo-compulsivo e tem dúvidas se o seu caso requer acompanhamento, não hesite em procurar ajuda profissional para compreender o seu quadro. A saúde mental é tão importante quanto a saúde física e são esses cuidados que garantem a sua qualidade de vida!

Fonte: Psicologia Viva